O QUE VC QUER PARTE 2


Parte 2
Acendo um cigarro. Não estou procurando uma resposta para a vida, nem para essa pergunta tola do que vou fazer com isso. Eu já me perguntei tantas vezes isso. E eu posso te garantir que eu não cheguei a lugar algum. Porque não havia lugar para se chegar. Tudo era apenas uma sensação que passava, como passa uma chuva, como passa o dia, como passa a vida, como 70 anos passam. E de repente, porque também sou fã de “ de repentes”. “ de repente” te atravessa a alma, e a dor do corpo se vai, e os pensamentos fixos se vão, e aquela sensação de certeza se extingue e você fica com apenas o “ de repente” por um certo instante. E o de repente também se vai. E de repente eu tive essa idéia de chegar ao final desse caderno, que eu não sei quantas páginas reais tem, mas eu precisava chegar ao fim de alguma coisa. Eu precisava terminar alguma coisa na vida.
E tirar os pés da cama me trouxeram esse desafio. Hoje eu acordei e coloquei os pés na terra, eu pisei no chão e então percebi. A vida é simples, e como demora tempo pra gente perceber isso. E isso pode ser uma garantia que daqui algum tempo perde a validade. Como um produto do mercado da esquina, a gente perde a validade também. E essa dor na coluna que eu carrego a 4 dias me mostrou que talvez eu já esteja fora do prazo.
Olha meu amor, que só posso te chamar de amor, você mesmo, que se não for amor o que te trouxe até essa página daqui, eu não sei denominar que outro sentimento possa ser isso. É só por amor que a gente persiste. Só por amor. Que é um gostar descabido da razão, que não encontra palavra pra descrever, nem tem no verbo a conjugação certa para fazer.
Eu te esperei por muito tempo, eu te esperei nessa ilha escapatória que sou. E nessa minha ilha, que não ruma a lugar algum, eu descobri que eu fui usado por todos os sentimentos que eu mesmo trouxe para perto de mim.
Eu pensava que o problema estava no fato de eu pensar o problema dos outros, não, porque hoje eu descobri que o que eu penso de problema em você é meu problema e não seu. E o que você pensa do “problema meu” é seu problema e não meu. Por fim eu descobri que tudo que você deseja é dinheiro, fugir dos fatos e você–só você. E eu estava isolado. E pensar isso de você fez com que eu descobrisse que isso era problema meu.
E a pasta na boca espumava e eu me perguntava: _ o que eu vou fazer com isso? Essa dor que não cessa, e esse fim que não chega. Ainda falta o filtro pro cigarro terminar. Ainda falta tanto pro caderno se extinguir e então eu feche a última página, e eu saiba qual a palavra que vai substituir a palavra fim.
Mas voltemos aos fatos que hoje eu acordei e me deu vontade súbita de escrever 100 vezes que hoje eu acordei. E um pensamento invade minha idéia, será que estou tentando escapar desse desafio de preencher um caderno. Eu não sou homem de escapar. Eu digo adeus e é nunca mais. Hoje, hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei .Hoje eu acordei . Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei .Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei.
Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei. Hoje eu acordei sem vezes. Hoje eu acordei sem coisas reais.

Comentários

Postagens mais visitadas