PAPO FUREX! o segundo dia?

(fotografia, andré nunes, santos-2007)

Que eu vou fazer o que se a vontade foi maior que eu pude segurar? Tava podendo deixar de coisar aquilo, não! Arrumei casa, arrumei os livros, arrumei as gavetas, limpei banheiro, chão, lavei a louça, até reli um tanto de um livro, mas não deu. A vontade foi maior que eu.


A noite, me sabotei e na hora de comprar 2 pães, comprei também 2 cigarros soltos. Ô derrota! Que essa coisa do auto-engano, escancara no rosto da gente tanto de coisa que a gente tenta e promete, e faz o diacho pra conseguir e quando se vê, tá lá fazendo novamente.


Mas ai acordei hoje, com uma misturada de vontade e receio. Coisa besta essa de dúvida, é que ela molda mesmo um outro terreno da gente por dentro. É, depois de fumar os cigarros, passou um tempo e eu fui dormir. Fui dormir me perguntando, será que falta em mim determinação, persistência, convicção, vontade maior.... que será que isso tudo tem haver com fumar? Meu pai, pensando bem o me faz falta é fé. Olha só onde desemboquei com isso.


Acho que minha fé não é lá essas coisas não, e que as vezes duvido muito dela. Como se acreditasse ao mesmo tempo que tenho um pé atrás e um breque de mão. Ruim é ter consciência disso, porque depois que a gente cria essa tal de tomar ciência das coisas, isso ilumina na gente outras muitas questões, e desse lugar passa-se a olhar e compreender tantos outros problemas e formas criadas para enfrentá-los.


Digo assim que sei não ser apenas com o cigarro, ou melhor, com o ato de querer parar que tenho essas coisas. O cigarro passa a ser mais uma questão que espelha um monte de outras coisas. Isso, dessa dependência, o que é isso? Dependência... que onda de prazer instantânea que mata a gente aos poucos, sendo alarmada até na contra-caixa do maço embalagem, e na contemporaneidade virou uma certa "caça as bruxas" de quem faz uso de algo lícito?


Vou te dizer, complicada essa história toda. Porque eu, trabalhando na área da saúde, sei de como o negócio estraga o corpo, sei que é uma escolha que perdura mesmo a gente querendo parar, sei que toda vez que fumo- fico projetando o futuro, meio assim: toda vez que acendo um cigarro nos dias de hoje, eu penso: como é que eu vou estar daqui a 20-30 anos fumando desse jeito? Sim porque a minha genética não é lá essas coisas.

Com 32 anos, já tenho hipertensão e problemas circulatórios. O cigarro ajuda nisso, certo? No corpo que Deus me deu e tô fazendo questão de estragar? Desemboco de fé que falta. Pensando assim comigo: fumar é uma escolha? é... até o ponto que se decide parar e não se consegue. Tava lendo as estastísticas, e somente 5% das pessoas que decidem parar, quer dizer, escolhem parar, conseguem. É paulera pura!!

Vou fazer um favor por mim, vou ligar no disque 800, saber que eles tem a dizer sobre o cigarro. Quem sabe me ajudem.

qualquer coisa te digo mais tarde... até

andré

Comentários

Anônimo disse…
fumar e' foda mesmo...eu nao fumo. Mas me entupo de comer. como sem parar. Porcaria. tipo o cigarro - porcaria pro corpo com porcaria de comida - que nem e' boa nem gostosa...comida velha.
Amigos, vamos dar as maos...
Vamo parar de sabotar a gente. chega de sabotagem! Chega! Viva a revolucao do Allho e Oleo.
Vou andar com o dog... antes que ele faca coco aqui no ape. beijo

Postagens mais visitadas