trium postato...

iopa, encorpa a virada, que o passo desanda pelo prazer de guardar o relógio dentro do bolso da sacola reciclável... moda de consumo, atualíssima.
o vento me pegou de lado e sucumbi ante-vespera do jogo. aconteceu o que eu queria, o novo veio, estoy mais bit.
de ser chamado, que assim o seja. ando agora arriscando, corpo inteiro passado em parte, um sistema representando o todo. Digiro, respiro, enervo, aceno, movo-me, filtro, tudo ao mesmo tempo agora. as clínicas se enquadram em pensar isoladamente, não é atoa que temos dificuldade em estruturar nosso saber. lidamos com o etceterado complexo da ação, que é formada por variáveis pontos potenciais. 
se se recorda, recorta esse pano. num plano que seja pele. e vai-se ver a fala do que realmente aconteceu? não, não vai... tire suas fichas poker fásicas da mesa. a aposta do jogo é fadada a zebra.
saudades tinha de compor desarticuladamente.
cada idéia perpassada num pequeno fragmento de letrinhas, assopraram a sopa da resposta aprovada. ah... quando era criança nunca muito resistia, enfiava a mão na comida e separava os macarrões alfabetizados, formada a palavra sopa, voltava ao ato inicial distinto. digiro o novo, dirijo a força. o que tenho é um tempo pouco meu. 
saudações ao saramago, que me ensinou a ver além dos pontos e das virgulas... 

Comentários

bagala disse…
Oi, o novo entrou por aqui também!?!
Ele tem um gosto um tanto diferente do que percebi do teu. Ou estou um passo atrás de ti.
Hoje fui pela primeira vez no Caps.
Entrei numa reunião de equipe, fiquei olhando para as pessoas a procura de um olhar, de alguém com que iria compor novamente. E ai deu uma baita saudades de voce.
E o olhar da Ana me confortou.
Torça por mim....E pela primeira vez na minha vida o novo me assustou. Acredito que este um ano fora do universo da loucura me contaminou.

Namastê

Postagens mais visitadas